Jeremy Clarkson: É como beber com amigos


Eu gosto muito de Mercedes SLS, BMW M3 e Ferrari 458, mas preferia ter o pequeno Fiat 500 TwinAir.

Eu passei a maior parte da semana brincando com o McLaren MP4-12C e tenho de admitir que, em termos técnicos, de senso comum e de números de pista, ele é muito impressionante. Foi projetado para andar rápido de verdade. Mas faz isso sem qualquer toque teatral. Na estrada, apresenta o comportamento e o som de um Mercedes Classe S. Também é belamente fabricado e, sem dúvida, é um carro que você pode usar no dia a dia. Como resultado, é certamente o melhor carro que já recebeu o logotipo da McLaren. É definitivamente melhor que o velho F1, que eu detestava. E é melhor que o SLR, que tinha uma chave liga/desliga no lugar do pedal de freio: ou você era jogado contra o para-brisa ou não desacelerava.

Ele até pode ser melhor que a Ferrari 458, e isso é algo que eu não achava que ia dizer tão cedo. Mas não tenho vontade de ter um. É a mesma história com o Bugatti Veyron. Sim, é uma obra-prima, uma tempestade de fogo de magnésio e materiais compostos, de esplendor, perseverança, persistência de engenharia e potência de cair qualquer queixo. Mas nunca cheguei a pensar: “Caramba, eu adoraria ter um desses na minha garagem!”

Continue Lendo →

About these ads

Sobre Jaislan

Tenho 23 anos, sou estudante de Administração de Empresas, mastigo informática desde criança, Moro em Salvador na Bahia, sou um Apaixonado por carros e velocidade, sou autor e criador dos blogs, VDORacing, Top Gear BR e Opinião Automotiva. Na minha família, sou o único apaixonado por carros, todos os outros vêem o carro apenas como meio de locomoção... Azar o deles! =D

Publicado em 29/03/12, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Cada vez mais eu tenho vontade de ter um 500. Parece um carro tão bom de dirigir.

    Ps.: tem alguma previsão pra quando sai mais uma legenda?

  2. lukinhas.killer

    quanto ao veyron, acho a mesma coisa
    “obra-prima, uma tempestade de fogo de magnésio e materiais compostos, de esplendor, perseverança, persistência de engenharia e potência de cair qualquer queixo. Mas nunca cheguei a pensar: “Caramba, eu adoraria ter um desses na minha garagem!” ”

    NUNCA tive vontade de ter um desses… preferia o 500 abarth hehe nem preciso explicar o porque, afinal quem gosta de carros sabe é mais uma coisa de alma e personaldiade que dados e velocidades infinitas !!!

    []s

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 394 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: