Triciclo funciona com esterco

Large Image

Este é o novo triciclo Neo, criado pela fábrica de privadas e mictórios Toto. E ele funciona exlusivamente com excrementos. Ou melhor, “esterco e águas residuais”.

É o resultado de três anos de pesquisa, desenvolvimento e design e é baseado em um triciclo de 250 cilindradas. Tá bom, a privada não faz parte do triciclo (então nada de abastecimentos no ato), mas é movido por dejetos de gado purificados e comprimidos.

Um engenheiro da Toto explicou: “O dejeto e a água residuais são convertidos em gás metano atravéz da fermentação, e o gás metano é convertido em gás natural através da purificação”. Significa que não há nenhum tipo de dejeto no tanque.

O Neo acabou de terminar uma viagem de um mês que começou na fábrica da Toto em Kokura, Tóquio, e percorreu 1.400 km. Mas isso não significa que ela será produzira em série logo – por hora a Toto produzirá apenas coisas para o banheiro.

Ainda assim, isso nos faz perguntar – este triciclo usa as nossas… “Emissões” como combustível, o que significa que elas seriam tributadas pelo governo. Como isso funcionaria?

About these ads

Sobre johnflaherty

Meu nome é Sadao H. Konno, mas sou mais conhecido como "John Flaherty". Por quê? Porque sim, uai! Desde criança, eu gosto de carros, tanto que minha lembrança mais antiga dessa época é de uma capa da antiga Audi Magazine. Nunca fui muito de ler os grandes clássicos da literatura, mas o que me salvou foram as revistas especializadas em carros. Mais precisamente, a QUATRO RODAS, a MOTOR SHOW e, recentemente, a AUTO ESPORTE. Acho que foi em 2009 que descobri o Top Gear, e desde então, virei um grande fã da trupe formada pelo Jezza, Hamster, Capitão Lerdo e Stig. Em 2010, inspirado por uma amiga da faculdade, decidi começar a legendar vídeos do Top Gear e postá-los no YouTube. Infelizmente, minha conta foi bloqueada pela BBC, mas agora, ofereço suporte ao blog Top Gear BR.

Publicado em 11/09/12, em Matérias traduzidas, News, TopGear.com e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Caramba interessante, mais acho que não seria viável, quanto custaria o “combustível”, não sei ao certo mais compraríamos o dejeto ou apenas o gás natural!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 396 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: