Eis a nova McLaren P1

670x377Image

Aqui está. O sucessor de um dos maiores carros de todos, o McLaren F1. E a McLaren tem um objetivo simples com este novo P1: “ser o melhor carro do mundo nas ruas e nas pistas”.

Bom, ele ainda não existe, apenas o design está pronto – teremos que esperar até 2013 para ele realmente existir, e então MAIS 12 meses para o carro estar realmente pronto. Não é à toa que eles estão sendo cautelosos: este carro tem uma grande missão pela frente.

Detalhes são escassos, mas o chefe da McLaren, Ron Dennis, diz: “O McLaren P1 será o resultado de 50 anos de tradição nas pistas e na produção de carros de série. Há vinte anos, nós aumentamos os níveis de exigência da performance dos supercarros com o McLaren F1 e nosso objetivo com o McLaren P1 é aumentá-los novamente”.

Lembremos que a Macca deixou esses níveis bem lá em cima. Apesar do F1 ter sido lançado há 20 anos, ele alcançava 391 km/h, quebrando o recorde de velocidade para carros de série com facilidade…

Ele foi criado pelo projetista da Fórmula 1, Gordon Murray, que convenceu o presidente da McLaren, Ron Dennis, a construir o carro de série mais rápido do mundo. E ele continua presente entre as coisas mais rápidas no planeta.

Mas tudo isso teve um preço. Quando foi lançado em 1993, ele custava R$1.65 milhão, mas era um ótimo negócio – o cofre do motor era coberto com 16 gramas de ouro para refletir o calor, tinha um câmbio sequencial de 6 velocidades totalmente novo e único porque nada na época podia aguentar os 626 cavalos do motor BMW V12, ele fazia de 0 a 96 km/h em 3,2 segundos, e foi o primeiro carro com carroceria de fibra de carbono.

Dito isso, ele não tinha muitos itens de segurança. Não tinha ABS, nem controle de tração, nem nada. Tudo que tinha eram quatro freios de alumínio e alguns pneus feitos sob medida.

O P1 será tão puro quanto o F1? Nesta era em que vivemos, talvez não. Mas poderá ser tão bom quanto. A bem-sucedida divisão Racing da McLaren foi uma grande fonte de inspiração, e o diretor-geral da McLaren Automotive, Antony Sheriff, diz: “Nosso objetivo não é ter um carro com a maior velocidade absoluta, mas que seja o carro de série mais rápido e gratificante num circuito. É o verdadeiro teste para as habilidades gerais de um supercarro e uma afirmação bem mais importante. Nosso objetivo é tornar o McLaren P1 o supercarro mais excitante, mais capaz, mais avançado tecnologicamente e mais dinamicamente completo já feito”.

Ninguém falou no preço, além da informação relativamente óbvia de que ele “ficará acima do MP4-12C cupê e Spider, tanto no preço como na performance”. Mais será revelado no Salão de Paris, na primeira aparição da McLaren em um salão automotivo. O que acham? O P1 superará o F1?

670x377Image (1)
670x377Image (2)

About these ads

Sobre johnflaherty

Meu nome é Sadao H. Konno, mas sou mais conhecido como "John Flaherty". Por quê? Porque sim, uai! Desde criança, eu gosto de carros, tanto que minha lembrança mais antiga dessa época é de uma capa da antiga Audi Magazine. Nunca fui muito de ler os grandes clássicos da literatura, mas o que me salvou foram as revistas especializadas em carros. Mais precisamente, a QUATRO RODAS, a MOTOR SHOW e, recentemente, a AUTO ESPORTE. Acho que foi em 2009 que descobri o Top Gear, e desde então, virei um grande fã da trupe formada pelo Jezza, Hamster, Capitão Lerdo e Stig. Em 2010, inspirado por uma amiga da faculdade, decidi começar a legendar vídeos do Top Gear e postá-los no YouTube. Infelizmente, minha conta foi bloqueada pela BBC, mas agora, ofereço suporte ao blog Top Gear BR.

Publicado em 19/09/12, em Matérias traduzidas, News, TopGear.com e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. aparentemente sim

  2. Achei um errinho… nada de mais: “tinha um câmbio sequencial de 6 velocidades totalmente novo e único porque nada na época podia aguentar os 626 cavalos do motor BMW V12, ele fazia de 0 a 96 km/h em 3,2 segundos, ee foi o primeiro…” o “EE” ta repetido, mais ta bom galera! Vlw pelo post!

  3. Douglas Guarniere

    O excesso de tecnologia tira a pureza de um supercarro, algo que no Top Gear UK sempre comentaram em relação ao MP4-12C. Falta “alma”… Acho que a Mclaren não conseguira superar o F1.

  4. Só pelo fato de ser comparado a f1 já tira um pouco do seu brilho, na época nenhum carro se comparava a f1, foi algo inédito e chocante

  5. Não dá pra superar. O F1 veio em uma outra época e estabeleceu diversos novos patamares para carros superesportivos. Esse P1 pode até ser inovador mas nunca chegará aos niveis de inovação que o F1 atingiu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 386 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: