Top Gear USA – Porque eu já odeio os seus apresentadores (Por James May).

O trio de apresentadores da versão americana de Top Gear tem uma vantagem sobre mim, Jeremy e Richard, simplesmente devido aos seus nomes fantásticos, diz James May.

Eu nunca fui capaz de pensar se os carros são melhores com nomes ou apenas combinações de letras e números.

Considere meu velho Roller. É um Rolls-Royce Corniche, e eu realmente gosto da sensação oral daquelas palavras que se derretem na boca.

O som de carro rico e bem apresentado, como um chocolate de luxo, e destina-se para viajar para destinos luxuosos. Mas isso só poderia ser, porque eu já sei que é.

É uma boa idéia para evitar a primeira encarnação deste carro, em parte porque o cambio era um pouco problemático, mas também, e mais importante, porque foi conhecido como o Rolls-Royce Silver Shadow Fixed-Head Saloon pelo HJ Mulliner Park Ward. Eu posso ver porque eles acabaram com isso.

Falando do Silver Shadow, a versão quatro portas: Eu sempre achei que era um nome idiota. Porque não só chamá-lo de Silver Spoon (colher de prata)?

Ou, sendo este um Royce dos anos 60, para uma nova geração de proprietários self-made, Silver Shovel (Pá de Prata)? As versões do Bentley foram chamados de T1 e T2. Melhor.

Os ianques dão excelentes nomes aos carros: Corvette, Chevelle, Mustang, Continental, Brougham. Os alemães são bons nas letras e números: CL 65 AMG, ou o delicioso BMW 635 CSi.

Nós nos tornamos muito bons em nomes, também, pelo menos, uma vez que tinha sacudido a nossa consideração inata para a criação destes – Oxford, Cambridge, Consul, Ambassador.

Fiesta foi um grande nome. Eu sei que era um filme pornô amplamente disponível a partir de criação de sites, quando eu era adolescente, mas soa como uma risada de um carro pequeno. Não é tão bom quanto RS2000, no entanto.

Isso é importante, eu acho. Ford tem mais errado do que ninguém na história quando foi lançou o Probe. O que eles estavam pensando?

Coitados dos vendedores: “Você está interessado em um Probe?,” é uma daquelas perguntas cuja resposta deve ser sempre “Não”, juntamente com “Gostaria de um croissant?”

Enfim. Eu agora gostaria de considerar a versão dos EUA do popular programa de televisão Top Gear. Não invejo os três rapazes que têm esse trabalho, porque eles são obrigados a adaptar um formato que já é, por alguma razão estranha, visto em todo o mundo na sua forma original.

Lá estão eles, paralisados por nossas convenções, mas privados da herança de oito anos durante os quais temos cultivado cuidadosamente nosso ódio mútuo entre si.

Em última análise, porém, eu acredito que eles vão nos derrotar e deixar nossos corpos mutilados, segurando a cabeça decepada de Clarkson nas alturas como Perseus triunfando sobre a Medusa, e tudo porque eles têm os nomes perfeitos

Começamos com automobilista Tanner Foust. Não só ele, aparentemente, saiu das páginas de Goethe, ele realmente parece que está dando ao carro uma surra.

Eu posso apenas me ver, prejudicado com o nome de James May, na tentativa de que da mídia mê dê bola, quando chega essa cobra e diz: “Oi, Tanner Foust, piloto. ”

Isso é o equivalente a cinco segundos por volta sobre o grande circuito da vida e ele está do outro lado da linha, enquanto eu ainda estou na volta dos boxes.

Em seguida, encontramos o ator Adam Ferrara. Ele é praticamente o nome de um carro, pelo amor de Deus. Mesmo se eu tinha conseguido esta distinção que eu seria chamado de algo como Sr. MG Magnette.

Esse homem simplesmente não iria aparecer em um canal de yoga na internet mais do que Emerson Fittipaldi ia tornar-se proprietário de uma sapataria.

Eu posso ver a mim mesmo, a braços com um sobrenome de mês com uma única sílaba, tentando impressionar alguém em um bar, quando este chega e anuncia-se como um super humano. Não é realmente justo e eu culpo meus pais.

Finalmente, temos Rutledge Wood, que é uma espécie de jornalista automotivo. Ele tem uma barba, ele tem sido visto com camisas de lenhador, tem cara de nerd, ele é do Alabama e ele pode até ser um pouco gordinho. Pode ser descrito como “Livresco”.

E bem que ele poderia ser. Na Grã-Bretanha, Rutledge Wood é provavelmente um lugar onde você deve tomar cuidado para não pisar em nenhum preservativo, mas lá ele soa mais como o autor do Grande Romance Americano, que em breve será serializado nas manhãs da Rádio 4.

Só posso me ver em um vôo de longa distância, contemplando o meu nome bíblico e folheando a revista de cortesia, e depois vêm em mim um funcionário.

A pergunta será: “O que está em sua bagagem de mão?” A resposta será: “Alguns hidratantes, o meu iPod e os mais recentes Rutledge Woods”.

Não podemos competir com isso. Mais uma vez, o que é verdadeiro nos carros também é verdadeiro na vida. Estes homens estão destinados à grandeza, e eu não estou, assim como os Triumph Stag e Austin Maxi, respectivamente.

Já os odeio.

Esta é a primeira das minhas Colunas de James May, que posso traduzir de duas formas: 1- Ir traduzindo as novas, uma vez por semana, ou 2- Traduzir as melhores, que podem ser escolhidas por mim ou por pedido de vocês, sendo traduzida conforme a minha disponibilidade, vocês escolhem qual forma querem nos comentários.

Aceito correções na tradução, tente não xingar muito hehe.

Clique para meu Canal

Anúncios

Publicado em 05/04/11, em GVectra, James May e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 11 Comentários.

  1. Roberto M

    Belo trabalho
    eu voto pela opção 2, estolhe as melhores que vc achar e ta otimo ^^

  2. Quanto a correções: não seria silver spoon [com dois “o”]?
    O May é foda nas suas reportagens escritas, são muito boas. Também concordo com o Roberto, escolher as melhores que achar [tanto faz se forem mais antigas]

  3. EDUARDO CASAGRANDE

    tanto faz se forem as mais antigas!!

  4. Putz, eu odeios eles pq são uns bostas ! Preferia a primeira opção!

    • Felipe, eu não gosto muito do Top Gear USA, mas eles estão melhorando a cada dia que passa. Amanhã postarei o 7º episódio e esta muito bom. E se você for analisar o Top Gear UK, teve que ter vários apresentadores até ser o que é hoje. Se você assistir a um episódio das primeiras temporadas verá que é bem diferente do que é hoje. Claro que eles nunca serão que nem o Top Gear UK.

  5. Diego barbosa

    para mim ninguem supera capitao lerdo , nanico e o sádico =D sao brilhantes.. velhos mas brilhanstes!

    • justamente por eles serem velhos eh q eles sao melhores.

      os americanos soh sabem falar oowwwww, ow yeahhh e dar risada igual mongois.

      as resenhas e piadas do top gear original sao mt melhores pq eles sao mais inteligentes e tem cultura.

      os produtores americanos nunca iam por uma pessoa velha com a aparencia igual a do May ou Clakrson pq lah eles prezam mais o visual do q o conteudo e eh isso oq mata o programa.

      • ah, eu quis dizer q os americanos sao novos e ainda nao sao tao maduros qnt os apresentadores originais

  6. achei o nome deles mais ridiculos q os do top gear uk.
    Tanner Foust, Foust é legal mas Tanner parece nome de mulher
    Adam Ferrara, Ferrara fica com uma pronúncia ridícula no inglês com seus repitidos R’s caipiras, e se alguém pronunciá-lo bravo, parecerá um cão latindo
    Rutledge Wood, parece nome de motorista de caminhão
    Jeremy Clarkson e Richard Hammond são nomes mais dinâmicos

  7. Eu simplesmente acho horrível o top gear usa, é claro que estão tentando sem sucesso copiar a versão uk,mas não chegam nem nos pés.Uma coisa que observei é que eles tentam tornar os desafios ,verdadeiros dramas, em que tentam dar uma impressão de que é muito difícil dirigir(só eles conseguem),o conhecimento é limitado igual aos nossos , muita leitura e principalmente um programa que fornece os carros.O trio de uk vemos que tem muita experiência e são engraçados sem fazer força.

  1. Pingback: Top Gear USA – Porque eu já odeio os seus apresentadores | | iComentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: