Os ícones de Richard Hammond: BMW M3 (E30)

670x377Image
Usar a ferramenta certa para uma tarefa é mais do que um conselho sensato; é um motivo para fazer a tarefa. Eu passaria um dia inteiro soldando alegremente uma colheitadeira ou fazer móveis se eu tivesse as ferramentas certas. Não estou dizendo que faria um bom trabalho, mas a satisfação conseguida ao usar a ferramenta certa para uma tarefa é algo que acredito ser fundamental para o que nos torna humanos. Isso explica porque o Jeremy não é bom nisso. E também explica porque o M3 é – e sempre tem sido – uma escolha óbvia para quem quer dirigir rápido. Da mesma maneira que você escolheria uma lixadeira para lixar um pedaço de madeira ou uma vassoura para varrer, qualquer pessoa sensata escolheria um M3 para uma “track day” ou para uma viagem rápida pela Europa.

670x377Image2

O M3 era outro desses modelos para homologação, produzido para permitir à BMW inscrever seu carro de corrida nos campeonatos do Grupo A. Apenas 5 mil eram necessários, de acordo com o regulamento. A demanda foi tanta que venderam 15 mil. Isso, da maneira tipicamente direta dos M3, já diz tudo.

670x377Image3

Vinha com a direção apenas à esquerda, tinha apenas o teto e o capô em comum com o resto da linha, a força do 4-cilindros de 2.3 litros e 218 cavalos é enviado à traseira através de um câmbio “Dog Leg” de 5 marchas, faz 0 a 96 km/h em 6.5 segundos e não tem um rádio. E só. Ou não. Porque tudo isso misturado resulta numa receita vivaz, excitante, aderente, estável e bruta de estilo e precisão que ofusca a maioria dos outros carros feitos para o mesmo trabalho. Nada de perder tempo com um interior pomposo, tentando fazê-lo parecer como um sedã de executivo ou um aspirante a carro de Fórmula 1. Plásticos pretos, bancos simples e envolventes, volante comum, honesto painel BMW – e pronto. Agora só falta dirigi-lo. E ele foi brilhante.

670x377Image4

Este modelo ainda parecia novo após só Deus sabe quantos anos de abuso e arruaças – um testemunho a um nível de qualidade de construção que ficou quase entediante, vindo dos bávaros. Ao guiá-lo, o carro inteiro parece ser uma ferramenta de precisão: é sério quando o assunto é andar de forma insana numa pista, mas ele exalta e recompensa uma pilotagem sensata com respostas previsíveis e tranquilizadoras. A aderência é impressionante, e isto não é conseguido com um supercomputador, mas com simples esmero no design mecânico. Isso funciona e não precisa de nada para auxiliá-lo.

670x377Image5

Se ele parece bonito – e eu realmente acho que é bonito – é porque seus olhos sabem que ele é uma coisa feita para um trabalho. E acontece que este trabalho é algo com o qual você quer fazer parte. Apenas um breve teste, sem falar numa sessão levando-o ao limite, pode deixar o motorista com uma baita dúvida: “por que não tive um desses na minha vida?” Ao longo dos anos, a capacidade do motor e a potência aumentaram, culminando num 2.5 litros que produzia 345 cavalos. Mas nunca deixou de ser sobre ter apenas o suficiente e fazer o trabalho. Qualquer manobra mais ousada apenas demonstrava que você simplesmente tinha feito a escolha certa e escolheu a ferramenta perfeita para o trabalho.

670x377Image6

Na sua atual encarnação ele ainda é um ótimo carro, e isso só serve para reforçar a excelente reputação do M3 E30. Imagino que seus motoristas hoje em dia recebem uma enxurrada diária de sorrisos de outros motoristas, da mesma maneira que um ferreiro caminhando em direção à bigorna, carregando o melhor martelo do mundo receberia a aprovação silenciosa de outros ferreiros.

Fotos: Justin Leighton
Fonte:
Top Gear (02/06/2011)
Tradução: John Flaherty

Toda Quarta-Feira, traremos artigos escritos por Richard “Hamster” Hammond, falando sobre vários tópicos, quase todos sobre carros. Fiquem ligados.

Sobre johnflaherty

Meu nome é Sadao H. Konno, mas sou mais conhecido como "John Flaherty". Por quê? Porque sim, uai! Desde criança, eu gosto de carros, tanto que minha lembrança mais antiga dessa época é de uma capa da antiga Audi Magazine. Nunca fui muito de ler os grandes clássicos da literatura, mas o que me salvou foram as revistas especializadas em carros. Mais precisamente, a QUATRO RODAS, a MOTOR SHOW e, recentemente, a AUTO ESPORTE. Acho que foi em 2009 que descobri o Top Gear, e desde então, virei um grande fã da trupe formada pelo Jezza, Hamster, Capitão Lerdo e Stig. Em 2010, inspirado por uma amiga da faculdade, decidi começar a legendar vídeos do Top Gear e postá-los no YouTube. Infelizmente, minha conta foi bloqueada pela BBC, mas agora, ofereço suporte ao blog Top Gear BR.

Publicado em 16/11/11, em Hammond, Matérias traduzidas, News e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 13 Comentários.

  1. deve ser um canhão essa carro (é um canhão)

  2. Pedro Hugo Petry

    A simplicidade Alemã é o que mais me fascina.

  3. Esse carro….a melhor coisa que a BMW já fez,uma verdadeira obra de arte =D

  4. Há algum tempo atrás, vi uma reportagem da CAR comparando o M3 com uma versão esportiva do Serie 1 (acho que era o 135i coupé). Passando pelas fotos acabei notando o interior da E30, e você não diz que aquilo pertence à um carro de 25 anos. Ela é simples e direta, mas tem um acabamento condizente. Traduzindo: é o essencial.

    Ainda terei uma E30, ela passa uma essência tão verdadeira. É o que um carro esportivo deve ser, em minha concepção, motor dianteiro, tração traseira, pouca/nenhuma assistência, chassi balanceado, ótimos bancos, visual integro e totalmente sem exageros. Não precisa de 900cv ou downforce absurdo, ou carregar um alce pra ser rápida, ela simplesmente é.
    Só não consigo imaginá-la sem um jogo de BBS…

  5. Welington Leal

    Ei John , vc viu que saiu Top Gear at movies.

    Se quiser uma ajuda na legenda.

    welington.leal@bol.com

    O torrent já vem com a legenda em ingles
    http://thepiratebay.org/torrent/6822253/Top.Gear.At.The.Movies.2011.DVDRip.x264-lbeew

  6. Welington Leal

    welington,leal@bol.com.br

  7. e os episódios da 12 temporada nunca mais?!?!?!

  8. André 19cm

    Obra de arte ! todos bmw sao, essa marca que nao saio nunca mais! bmw 4 ever

Deixe uma resposta para Renato Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: