James May e os pneus de perfil baixo

hop527

O problema com as mulheres jovens hoje em dia, aparentemente, é a má influência da moda e das modelos. Vendo página após página contendo modelos esqueléticas em revistas de moda, elas passam fome para que elas, também, possam ter o charme de um andróide adolescente assexuado.

Daí, é um pequeno passo para uma desordem alimentar e o desperdício de uma jovem vida. É um assunto sério.

Não quero parecer insensato ou como se estivesse banalizando tudo isso, mas vejo outro problema aqui, e desta vez é a estética. Como sou bem moderno e metrossexual hoje em dia, eu percebo que as mulheres não tentam necessariamente modelar sua aparência para o benefício dos homens, mas, mesmo assim, como uma lésbica que nasceu tragicamente no corpo de um homem, não consigo deixar de interessar-me por essas coisas.

Nunca me interessei por mulheres magérrimas porque elas não parecem muito amigáveis. Nem mesmo confortáveis. Elas parecem com aquelas cadeiras que tínhamos na escola e tão robustas quanto. Prefiro mulheres que possuem o que é definido, às vezes, como “formas”; sabe, aquelas que parecem terem sido infladas.

Imagino se as coisas eram melhores nos anos 1960, quando um tipo de modelo mais “cheinha” era moda. Talvez na época existissem pessoas que reclamavam de mulheres jovens que se empanturravam de tortas e frituras para aumentar suas medidas. Deviam ser dias bem felizes.

Enfim – pneus. Não estou sugerindo que é um tópico diretamente relacionado, mas, de certa forma, é. Há alguns dias, estava vendo um Nissan ligeiramente tunado com pneus que eram tão finos quando o cotovelo de uma supermodelo, e não gostei nada. Não parecia que ele podia mantê-lo aquecido à noite.

Então, há algumas semanas nos EUA com Jeremy, vimos um Dodge Charger (o novo) com pneus que obviamente têm vomitado a noite toda, e não pareciam muito convidativos. Quero dizer, as rodas realmente não pareciam estar gostando. Era terrível.

Este tipo de coisa tem acontecido por anos, e acho que é hora de dizermos “chega”. Alguns pneus hoje são tão finos que é difícil dizer o que eles realmente são. Obviamente, é moda, porque pneus de perfil ultrabaixo só servem para as pistas de corrida e só prejudicam a dirigibilidade e o conforto ao rodar do carro, então ela provavelmente irá passar. Acho que isto está prestes a acontecer, e torço para que aconteça.

Gosto de um pneu irado como qualquer um, mas gosto de pensar em termos da distância entre o aro da roda e a banda de rodagem, ao invés da largura. Um carro usando uma quantidade decente de borracha não está sendo influenciado por modas passageiras. É um carro que parece confortável, e complacente. Parece que ainda fará um sanduíche de bacon para mim quando eu estiver velho.

Vejamos o Rolls-Royce Phantom. Eis um carro cujos pneus não comeram muita salada, e ainda bem. Quando o carro foi lançado, um homem da fábrica passou muito tempo explicando por que a relação entre o tamanho da roda e o tamanho do pneu não era apenas importante para o processo de relaxamento – e é para isso que um Phantom existe, afinal – mas que isso acabava mostrando para o observador os atributos essenciais de um Roller.

Acho que ele estava certo. Eu vejo um Phantom, eu quero entrar nele. Eu vejo uma Mercedes AMG com tinta preta no lugar de pneus, e prefiro ir ao pub e talvez ver um filme de guerra mais tarde.

Agora isto está acontecendo no mundo das motos. Vejam a Harley Davidson Sportster. É uma moto que tem existido de um jeito ou de outro por anos, mas que nunca foi muito minha praia. Mas agora, estou tomado por uma vontade visceral de montá-la. Por quê? Porque descobri o modelo Forty-Eight, que simplesmente tem rodas menores e pneus maiores, e como resultado parece adorável. Jovens americanos chamam isso de “antiquado”. Chamo isso de fartura, e gosto disso.

Magreza é cruel demais, e muito antiquado. A fartura é o futuro, e uma quantidade decente de borracha é a maneira de chegarmos lá. Eu sei que supostamente temos outro problema com obesidade, mas o que é isso, exatamente? Não nos esqueçamos que a sociedade não oferece privilégio maior do que a oportunidade de ficarmos um tanto gordinhos.

Então, vamos nos servir uma quantidade decente de parede lateral e lembrar como somos sortudos. Ainda não está convencido? Vejam esta foto da Harley Davidson Sportster Forty-Eight. Olhem os calçados dessa beleza. Wahey!

Fonte: TopGear.com
Tradução: John Flaherty

Anúncios

Sobre johnflaherty

Meu nome é Sadao H. Konno, mas sou mais conhecido como "John Flaherty". Por quê? Porque sim, uai! Desde criança, eu gosto de carros, tanto que minha lembrança mais antiga dessa época é de uma capa da antiga Audi Magazine. Nunca fui muito de ler os grandes clássicos da literatura, mas o que me salvou foram as revistas especializadas em carros. Mais precisamente, a QUATRO RODAS, a MOTOR SHOW e, recentemente, a AUTO ESPORTE. Acho que foi em 2009 que descobri o Top Gear, e desde então, virei um grande fã da trupe formada pelo Jezza, Hamster, Capitão Lerdo e Stig. Em 2010, inspirado por uma amiga da faculdade, decidi começar a legendar vídeos do Top Gear e postá-los no YouTube. Infelizmente, minha conta foi bloqueada pela BBC, mas agora, ofereço suporte ao blog Top Gear BR.

Publicado em 24/02/12, em James May, Matérias traduzidas, News e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. Carbonera

    Apoiadíssimo! Aqui na minha cidade o que mais existe são carros desse tipo, horrível.
    Caminhonetes com rodas de aro imenso e pneus perfil ultra-baixo?! Mais ridículo ainda. Não sou contra o uso deste tipo de combinação, porém, há de se ter um bom senso e saber balancear as duas medidas. Se fizer bem feito, vai ficar legal.

    Agora, quando vejo um desses “playboyzinhos” andando com esses “tratores tunados”, ao invés de apontar e comentar “nossa, que massa aquela roda” como eles pensam que deve ser, eu realmente aponto, confesso……dando risada logo em seguida.

  2. realmente, tem que deixar as devidas proporçõs, até pelo fato de andarmos em lixos de ruas, e neguinho pagar 5mil num jogo de roda e depois de uma semana ja ter 2 ou 3 quebradas não da!

    []s

  3. Lucas Xavier dos Reis

    O meia legal do James May é que ele critica tudo ao extremo, e depois diz que gosta disso ou de algo similar, como ele critica super-carros, mas fala que gosta de um carrão. 😀

  4. Combinação simplesmente brega e cafona.

  5. Paulo Jr.

    É a Famosa Relação, Conforto / Beleza
    Quando do conforto do seu carro, você está disposto a sacrificar para melhorar a beleza?
    Vale ressaltar que pneus muito finos, não são necessariamente pneus de alto desempenho, pois pneus com perfis maiores, tendem a se “dobrar” em arrancadas bruscas, gerando mais tração, do que os finos insanamente duros!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: