TopGear.com: e o Vettel está de volta

bahrain1

Bem, isso poderia ser o que a F1 precisava. Em um fim-de-semana onde fingir que tudo estava “normal” era a regra, eis uma classificação que poderia ter vindo de qualquer corrida das últimas três temporadas: Sebastian Vettel na pole, Felipe Massa sem conseguir chegar ao Q3 e Michael Schumacher muito abaixo das espectativas… Como sempre costumava ser.

Infelizmente, enquanto este evento da Fórmula 1 acontecia, blindados estavam patrulhando as ruas do lado de fora e relatos não-confirmados chegavam, afirmando que um protestante foi morto a tiros durante a noite.

Enquanto notícias não-confirmadas da morte em Shakkhoura começavam a circular, no Twitter e então na BBC, ficou difícil ficar empolgado com uma sessão de classificação extremamente empolgante. Melhor não prestarmos atenção no Twitter do Sunday Afternoon Club durante a corrida de amanhã.

Foi uma sessão esquisita. Ontem citávamos Michael Schumacher explicando como era ter tantos carros com tempos tão próximos, e que o menor erro pode ter consequências catastróficas. Pô, Michael, cuidado com o que diz: você ficando pelo caminho nos primeiros 20 minutos não poderia ter ilustrado melhor seu comentário.

No começo da sessão você lutava pela pole, mas a sua equipe acabou dormindo no ponto, não notou que a pista estava esquentando e teve que observar com você o Heikki Kovalainen classificando sua Caterham bem no fim do Q1 e mandando o piloto mais bem-sucedido da história para a mesma zona da vergonha que as HRT e as Marussia. E Jean-Eri Vergne. De Novo. E ficou especialmente ruim para o piloto francês quando seu companheiro de equipe, o desajeitado Daniel Ricciardo, possivelmente o piloto menos “frio” a aparecer no paddock, seguiu até o Q3 e deixou sua Toro Rosso na 6º posição.

No entanto, um décimo de segundo aqui ou ali do Schumacher ou Vergne poderiam ter feito Jenson Button ou Lewis Hamilton ficarem no Q1. Os tempos foram próximos neste tanto no Q1. E novamente no Q2, onde Kimi Raikkonen saiu cedo dos pits com Felipe Massa enquanto ambos levavam uma sova de seus respectivos companheiros de equipe. Massa já está acostumado, mas alguém teria que ser corajoso para afirmar que Raikkonen estava fazendo sua maior experiência contar contra Grosjean. É algo parecido entre Schumacher e Nico Rosberg.

O próprio Rosberg parecia meio irritado por não ter conseguido fazer sua única volta rápida de maneira perfeita, mas após o fracasso do Schumacher, não seria de se estranhar se a equipe tenha ficado mais humilde e permitiu-lhe apenas duas tentativas no Q3. Ele ficou em 5º, atrás de Vettel, Hamilton, Webber e Button, num grid que lembra o de uma corrida de 2011. Seria o grid do GP de Barhein que nunca aconteceu? Ou, como alguns têm argumentado, o grid para o GP de Bahrein que seria melhor nunca ter acontecido?

Fonte: TopGear.com
Tradução: John Flaherty

About these ads

Sobre johnflaherty

Meu nome é Sadao H. Konno, mas sou mais conhecido como "John Flaherty". Por quê? Porque sim, uai! Desde criança, eu gosto de carros, tanto que minha lembrança mais antiga dessa época é de uma capa da antiga Audi Magazine. Nunca fui muito de ler os grandes clássicos da literatura, mas o que me salvou foram as revistas especializadas em carros. Mais precisamente, a QUATRO RODAS, a MOTOR SHOW e, recentemente, a AUTO ESPORTE. Acho que foi em 2009 que descobri o Top Gear, e desde então, virei um grande fã da trupe formada pelo Jezza, Hamster, Capitão Lerdo e Stig. Em 2010, inspirado por uma amiga da faculdade, decidi começar a legendar vídeos do Top Gear e postá-los no YouTube. Infelizmente, minha conta foi bloqueada pela BBC, mas agora, ofereço suporte ao blog Top Gear BR.

Publicado em 21/04/12, em Matérias traduzidas, News e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 Comentário.

  1. Cara, a F1 este ano esta mais emocionante que nos outros anos!
    Espero, Espero, que o dominio de vettel nao vire rotina e que tenhamos apenas disputa pelo 2º lugar como nos anos passados, com a Brown GP e a Red Bull…e tendo o campeonato decidido provas antes do termino do mesmo!
    Bem que poderiam usar o sistema da FIA GT1…quando o carro ganha uma corrida adiciona mais 10Kg no carro! :)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 379 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: