Os melhores momentos do GP de Mônaco

Fonte: TopGear.com

670x377Image

1961

Stirling Moss estava pilotando uma Lotus 18 sem apoio oficial da equipe que não deveria ser competitiva, especialmente com os carros oficiais da Ferrari. Mas ele conseguiu terminar em primeiro, detonando as 156 “nariz-de-tubarão”.

Clique aqui para assistir

670x377Image

1965

Após ter liderado desde a largada, Graham Hill jogou seu carro numa área de escape para evitar colidir em um carro mais lento. Quando ele voltou à corrida, ele caiu para 5º e passou a dar volta rápida atrás de volta rápida.

Coincidentemente, foi nesse mesmo ano que Paul Hawkins conseguiu estacionar sua Lotus no porto de Mônaco…

Clique aqui para assistir

670x377Image

1969

Neste ano, Graham Hill foi coroado como o Rei de Mônaco após conseguir sua quinta vitória em sete anos. Olha como ele anda – rapaz…

Clique aqui para assistir

670x377Image

1970

Apesar de Jack Brabham ter aberto boa distância do pelotão, Jochen Rindt, da Lotus – que largou bem mais atrás – diminuiu a distância e permaneceu colado nele até a última volta. Brabham bateu na última curva, e Rindt ganhou a corrida.

Clique aqui para assistir

670x377Image

1981

Não foi apenas um único grande momento, mas uma grande demonstração de habilidade. Em 1981, a Ferrari apresentou seu primeiro carro de F1 turbo, a 126C. Era uma fera incrivelmente temperamental, mas o piloto da equipe, Gilles Villeneuve, não apenas conseguiu controlá-la no seletivo circuito, como acabou vencendo.

Clique aqui para assistir

670x377Image

1982

Foi um caos total – Rene Arnoux liderou as primeiras 15 voltas e abandonou abandonando, fazendo com que Alain Prost liderasse até que restassem quatro voltas para o final, quando o francês rodou e acabou com sua dianteira. Ricardo Patrese então assumiu a liderança antes de rodar a apenas uma volta do fim. Didier Pironi esteve na liderança por um breve momento antes de ficar sem combustível na última volta. Isto deu a Patrese tempo o bastante para fazer seu carro pegar no tranco, entrar de volta nele e ganhar seu primeiro Grande Prêmio.

Clique aqui para assistir

670x377Image

1984

A chuva caía forte e todos os grandes astros da F1 mostravam performances bem medíocres. Mas um jovem brasileiro chamado Ayrton Senna, dirigindo uma horrível Toleman-Hart, conseguiu aproximar-se do lendário Alain Prost usando de uma pilotagem bem destemida. Sem dúvida, esta foi sua primeira pilotagem lendária…

Clique aqui para assistir

670x377Image

1988

Após ter feito algumas voltas de classificação aburdamente rápidas, Ayrton Senna deu uma das mais famosas declarações de sua carreira:

“Eu já estava na pole e continuava a andar cada vez mais rápido. Uma volta atrás da outra, cada vez mais rápido. Em certo momento eu estava na pole, então tirei meio segundo, e então um segundo, e eu continuava assim. De repente eu era dois segundos mais rápido que todos os outros, inclusive meu companheiro de equipe com o mesmo carro. E de repente percebi que não estava mais pilotando o carro conscientemente.

“Eu estava pilotando meio que por instinto, mas eu estava numa dimensão diferente. Era como se estivesse em um túnel. Não apenas no túnel debaixo do hotel, mas o circuito inteiro era um túnel. Eu continuava pilotando, cada vez mais. Eu estava muito além do limite mas eu ainda conseguia encontrar algo a mais. Então, de repente, algo me fez acordar.

“Eu meio que acordei e percebi que eu estava numa atmosfera diferente da normal. Minha reação imediata foi desacelerar. Voltei lentamente aos pits e não queria mais voltar à pista naquele dia. Estava assustado porque eu estava muito além da minha consciência. É raro de acontecer, mas mantenho estas experiências bem vivas dentro de mim porque é algo importante para minha segurança.”

Tendo liderado a corrida confortavelmente, Senna derrapou perto do fim da corrida – ele ficou tão aborrecido que saiu do carro e foi direto para o seu apartamento, ficando lá pelo resto do dia.

Clique aqui para assistir

670x377Image

2006

Quando a classificação se aproximava do fim, Michael Schumacher tinha a pole provisória. Ele parou seu carro no meio da curva Rascasse, fazendo com que o treino fosse terminado e garantindo que ele largaria na pole-position no dia da corrida. Os fiscais não gostaram e, apesar do Michael garantir que foi um acidente, ele largou na última posição.

Clique aqui para assistir

1936-monaco-gp-bernd-rosemeyer-auto-union-type-c1

Gostaram? Acham que esquecemos de algum outro grande momento? Fiquem à vontade para postarem suas sugestões.

Sobre johnflaherty

Meu nome é Sadao H. Konno, mas sou mais conhecido como "John Flaherty". Por quê? Porque sim, uai! Desde criança, eu gosto de carros, tanto que minha lembrança mais antiga dessa época é de uma capa da antiga Audi Magazine. Nunca fui muito de ler os grandes clássicos da literatura, mas o que me salvou foram as revistas especializadas em carros. Mais precisamente, a QUATRO RODAS, a MOTOR SHOW e, recentemente, a AUTO ESPORTE. Acho que foi em 2009 que descobri o Top Gear, e desde então, virei um grande fã da trupe formada pelo Jezza, Hamster, Capitão Lerdo e Stig. Em 2010, inspirado por uma amiga da faculdade, decidi começar a legendar vídeos do Top Gear e postá-los no YouTube. Infelizmente, minha conta foi bloqueada pela BBC, mas agora, ofereço suporte ao blog Top Gear BR.

Publicado em 25/05/12, em Matérias traduzidas, News e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Michael Schumacher… o eterno DICK VIGARISTA.

  2. Paulo Jr.

    Essa de 1984 foi Show de Bola mesmo, bacana que o Ayrton ia tirando 4 segundos por volta, e a comissão organizadora francesa resolver finalizar a corrida quando ele estava pra alcançar o Prost. Coincidência? Definitivamente, não.

  3. ”De repente eu era dois segundos mais rápido que todos os outros, inclusive meu companheiro de equipe com o mesmo carro. E de repente percebi que não estava mais pilotando o carro conscientemente.”
    Tive calafrios quando li isso…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: