GP do Canadá 2012: Vai dar Vettel, Alonso ou Hamilton?

1163301

Lewis Hamilton terá que se esforçar muito hoje se ele quiser evitar que Fernando Alonso ou Sebastian Vettel sejam os primeiros pilotos a conseguirem duas vitórias este ano. Mas isto não é impossível. Os livros de história dizem que largar em primeiro nas ruas de Montreal não importa tanto quanto em qualquer outro lugar. E, tudo bem, o Red Bull RB8 e a Ferrari F2012 agora são carros mais completos que o MP4-27. E Vettel estava com tudo ontem – 3 décimos de segundo é uma diferença e tanto na ilha de Notre-Dame – mas francamente, Lewis também estava com tudo para conseguir deixar a McLaren na primeira fila. Mas ele também nunca deixou de figurar entre os três primeiros este ano. 11 de 10 pontos para o Lewis pelo esforço.

Mas a McLaren não anda lá essas coisas. O que houve com o “Time Perfeição”?

Foi há um ano, no Canadá, que as placas tectônicas em Woking mexeram-se pela primeira vez. Uma equipe que foi criada para servir à velocidade e ao senso de competição de Lewis Hamilton (uma equipe que jogou Fernando Alonso para escanteio, não se esqueça), de repente encontrou um novo herói. É fácil esquecer que Jenson Button forçou Lewis Hamilton para fora da pista, para conseguir aquela vitória extraordinária. (E não, não estamos discutindo se ele fez de propósito ou não). O fato é que Lewis perdeu a influência que tinha na equipe naquele dia. Ele mal pôde reclamar quando a equipe celebrava uma das maiores pilotagens da história das corridas de Grand Prix.

Button, claro, trabalhou para firmar sua posição na equipe, gentilmente envolvendo-se ainda mais na lã corporativa da McLaren. Então, algumas semanas depois, após ter renovado seu contrato e publicamente insistir para que Lewis fizesse o mesmo, estava claro para todos que ele ganhou a batalha pela preferência da equipe. Enquanto o 2011 de Lewis desintegraria-se em uma série de desavenças com Nicole Scherzinger e Felipe Massa, estava perfeitamente claro o que havia acontecido. Veio a Austrália este ano e com Jenson simplesmente deixando-o Lewis comendo poeira, todos nós achávamos que seria outro ano ruim para o filho mais rápido de Stevenage, seguido por um contrato em outra equipe em 2013.

Mas Lewis tirou uma força extraordinaria de algum lugar e, apesar de todo tipo de contratempo, alguns deles causados por ele, não há sinal da má sorte do ano passado. Jenson é o mais novo azarado, e ontem ele novamente não conseguiu achar a velha forma que fez ele sair da primeira fila para o topo do pódio em Melbourne. As placas tectônicas mexeram novamente.

Não deve ser fácil lidar com isso, então estamos começando a imaginar se é a equipe, e não os pilotos, que está sofrendo com o que está começando a parecer um casamento problemático e abarrotado. Não deve ser fácil, com lealdades sendo publicamente desafiadas, e publicamente divididas. A McLaren insiste em não ter um “primeiro piloto”, diferente da Red Bull e da Ferrari, não importa o que esta diga. Mas tem como isso dar certo?

Neste fim-de-semana, numa tentativa de melhorar seus pit-stops, a McLaren está testando um novo macaco frontal, parecido com o da Ferrari. Não sabemos o que vocês acham, mas isso faz sentido quando ainda precisa-se aprender o básico? Ou melhor, quando precisa relembrar o básico? Vamos torcer para que eles não errem de novo, porque a única coisa na equipe que está funcionando direito agora é Lewis Hamilton.

A sua sorte deve melhorar este ano. Ele trabalhou duro para isso. Enquanto achamos que Alonso tem grandes chances hoje, não estamos descartando o Lewis. Dando o máximo de si, enquanto todos ao redor dele estão perdendo a cabeça, seria errado considerá-lo carta fora do baralho. Não é?

Sobre johnflaherty

Meu nome é Sadao H. Konno, mas sou mais conhecido como "John Flaherty". Por quê? Porque sim, uai! Desde criança, eu gosto de carros, tanto que minha lembrança mais antiga dessa época é de uma capa da antiga Audi Magazine. Nunca fui muito de ler os grandes clássicos da literatura, mas o que me salvou foram as revistas especializadas em carros. Mais precisamente, a QUATRO RODAS, a MOTOR SHOW e, recentemente, a AUTO ESPORTE. Acho que foi em 2009 que descobri o Top Gear, e desde então, virei um grande fã da trupe formada pelo Jezza, Hamster, Capitão Lerdo e Stig. Em 2010, inspirado por uma amiga da faculdade, decidi começar a legendar vídeos do Top Gear e postá-los no YouTube. Infelizmente, minha conta foi bloqueada pela BBC, mas agora, ofereço suporte ao blog Top Gear BR.

Publicado em 10/06/12, em Matérias traduzidas, News e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. germaniobr

    Torço que seja o Alonso, não pela Ferrari, mas por ser o único piloto “sangue quente” entre eles, o que pilota com a faca nos dentes e não na base da estatística e do “vou garantir os pontos que já tenho”…

    Ele me lembra um pouco, de longe o Piquet e o Senna, faca nos dentes e bola pra frente…
    Como senna disse uma vez: “O importante é ganhar. Tudo e sempre. Essa história de que o importante é competir não passa de pura demagogia”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: