James May e os hodômetros

84103

Jeremy Clarkson, em seus momentos mais condescendentes, disse que se ele achar uma coisa que ele não gosta em um carro, então ele não poderia recomendá-lo.

Eu gostaria de dar a isto um ponto de vista mais moderno e positivo, e dizer que se um carro tem um atributo espetacular, é melhor você comprá-lo de imediato. Nem peça para ler a brochura. Compre um em azul.

Há alguns bons exemplos. O Porsche 911 – na verdade, qualquer Porsche 911 – tem uma característica de dirigibilidade única que às vezes manifesta-se como um leve tremor no volante. Falando a rigor, isso deveria ser algo ruim, mas é algo tão peculiar a esse carro, e tão agradável, que ter um 911 é como ter uma senha para uma fraternidade secreta.

Nem ligue que o motor fica numa posição tão estúpida que parece estar em outro carro, ou que o limpador traseiro é opcional, apesar de ser absolutamente essencial. Sinta aquele volante e deleite-se com a sensação de ter um carro assim.

O Lamborghini Aventador, como demonstramos na última temporada, consegue produzir um fantasmagórico fogo-fátuo azul que sai de seu escape. Nem se importe que ele é muito largo, muito pesado e muito caro, ou que você pode criar um efeito parecido por muito menos com um isqueiro e um saco vazio de salgadinhos no bar, ou que você nem pode ver isso acontecer quando está ao volante. Só por saber que o seu carro está peidando nos motoristas que você ultrapassou faz tudo valer a pena. Mas desta vez, fique com um em laranja.

Mas estes são exemplos levemente esotéricos. Vamos passar para algo mais prosaico. E umas das experiências ao volante mais aterradoras é aquele momento quando você coloca a mão entre os raios do volante para resetar o hodômetro parcial, e você percebe que está numa curva… E ela está começando a ficar reta.

Décadas atrás, havia uma boa razão para o tal botão ser uma minúscula probóscide projetando-se do velocímetro. Era um dispositivo mecânico que atuava no tambor do contador através de uma pequena roda dentada. Mas quando os hodômetros ficaram eletrônicos, esse botão podia ficar em qualquer lugar. Para ser justo, ele quase sempre fica – na ponta de uma haste, talvez. Mas ele ainda é bem minúsculo.

Então gostaria de sugerir à você, com todo entusiasmo ainda presente em meu peito, um Hyundai i20 a diesel parecido com o que eu aluguei na França recentemente. Ele pode ser comprado em azul. Por quê? Porque o botão do hodômetro parcial não está na bitácula dos mostradores. Nem numa haste, nem escondido em um computador de bordo. É um botão enorme no painel, com a palavra “trip” escrito em letras maiúsculas nele, como uma placa de rua que atravessou o pára-brisa.

Nas notícias do programa, nós já falamos sobre o valor de ter funções cruciais atribuídas a botões enormes e óbvios. Desligar o GPS é um exemplo óbvio. Matar o irritante filho da @%#$ naquela caixinha definitivamente teria que ser uma operação que envolva só um botão, especialmente quando você sabe que saiu da estrada principal porque você queria abastecer seu carro e comprar salgadinhos, e obviamente você fará uma conversão permitida daqui a pouco… Certo, tá bom, cala a boca.

Resetar o hodômetro é outro bom exemplo. Lá estava eu, em uma casa de fazenda velha e remota na França, e eu precisava ir à cidade mais próxima, a uns 20 km, para comprar leite – eis porque eu não moro no campo.

Achar a cidade foi fácil, porque ela era grande, numa colina, e eu podia vê-la. Mas achar a casa, no fim de uma série de trilhas estreitas e sinuosas, significava memorizar 3,8 km de um trecho, então virar à esquerda para mais 2,4 km de trilhas de pedregulhos, então à direita e mais 4,1 km de curvas, e por aí vai.

Tive que resetar o hodômetro seis vezes na viagem de volta, e colocar meu braço através do volante poderia ter me jogado numa valeta. Foi ótimo simplesmente poder apertar um botão no painel para zerar tudo. Para ser honesto, o botão é tão grande que você poderia dar uma cabeçada nele e ainda resetar o hodômetro.

Alguém realmente usou a cabeça aqui, assim como alguém usou a cabeça quando criaram os bancos traseiros no Volvo XC90. Ele diz boas coisas sobre o carro, não é? Uma pena que o resto do i20 seja um tanto lúgubre.

Ainda assim, a maioria das pessoas que encontro hoje em dia me dizem que um carro é apenas algo que você usa para ir de A até B. O “A” é moleza, pois você já está lá, mas o “B” pode ser complicado. A Hyundai pode ajudá-lo.

Tradução: Lukinhas.killer

Anúncios

Sobre johnflaherty

Meu nome é Sadao H. Konno, mas sou mais conhecido como "John Flaherty". Por quê? Porque sim, uai! Desde criança, eu gosto de carros, tanto que minha lembrança mais antiga dessa época é de uma capa da antiga Audi Magazine. Nunca fui muito de ler os grandes clássicos da literatura, mas o que me salvou foram as revistas especializadas em carros. Mais precisamente, a QUATRO RODAS, a MOTOR SHOW e, recentemente, a AUTO ESPORTE. Acho que foi em 2009 que descobri o Top Gear, e desde então, virei um grande fã da trupe formada pelo Jezza, Hamster, Capitão Lerdo e Stig. Em 2010, inspirado por uma amiga da faculdade, decidi começar a legendar vídeos do Top Gear e postá-los no YouTube. Infelizmente, minha conta foi bloqueada pela BBC, mas agora, ofereço suporte ao blog Top Gear BR.

Publicado em 24/10/12, em James May, Matérias traduzidas, News, TopGear.com e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Pedro Ortaça

    pq colocaram um painel de fiesta na matéria?
    este até que não é feio, eu gosto.
    não é complicado também.
    mas o botãozinho é ruim mesmo.

  2. KKKKKKKKKKKKKK…uma vez quase eu quebro o pulso, não tinha percebido que a curva estava terminando e eu ainda tava com a mão dentro do volante tentando resetar o hodômetro, bem conseguir sair ileso e resetar o hodômetro…mais aquilo foi um baita susto. Ha tenho um Clio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: