Os Ícones do Hammond: Lotus Carlton

670x377Image

Eu não sei o nome apropriado para esses casacos de couro com metade do tamanho de um normal, com golas de pele e grandes bolsos que os vilões vestem nesses filmes ao leste de Londres sobre caras durões, mas, seja lá o que isso for, o Lotus Carlton é o carro equivalente ao casaco. Enorme, curvado e provavelmente muito bravo, é um carro que você se aproxima lentamente e tenta não olhar nos olhos. Eu os adorei quando apareceram em 1990, e ainda adoro. Mas seria muita sorte se você ver um: apenas 950 foram feitos numa produção que terminou em 1992, e foi sorte eles terem sido construídos – a idéia de um carro de “família” custando hoje em dia o equivalente a R$ 250 mil é difícil de acreditar.

670x377Image

Ele podia fazer algo perto dos 290 km/h, e ninguém sabia quão rápido ele podia chegar a 96 km/h, mas cerca de 5 segundos parecem ser a medida mais aceita. É precisamente este tipo de lenda e debate que da um apelo tão arrepiante à ele hoje em dia. É como um unicórnio com um cassetete. O melhor de tudo, a própia existência e a moralidade de um carro de família capaz de alcançar 300 km/h foram debatidos no Parlamento. Isso não o torna muito maneiro?

670x377Image

Não espere ficar de nenhum jeito desapontado com a realidade do carro ao vê-lo ao vivo. Discreto como um guarda-costas armado, ele é simples, sem penduricalhos e elegante. Ele parecia preto, mas na verdade, quando era montado na fábrica da Opel na Alemanha e enviado até Hethel para virar um Lotus, o Lotus Carlton era disponível apenas em Verde Imperial – extremamente parecido com preto, mas de algum modo era um pouco mais legal. Ele foi o sedã de quatro portas mais rápido por anos, mas não é nenhum carro tunado por um moleque, nem não é para nenhum moleque. Ar-condicionado, vidros elétricos, couro – todas as coisas de gângster estavam presentes e corretas – mas essas coisas são levadas por um motor seis-em-linha de 3.6 litros com duas turbinas que fornecem 380 cavalos. Deus, como ele soa bom. E parece simplesmente inacreditável.

670x377Image

Ele é, sem duvida, a coisa mais “derrapante” que eu já dirigi na nossa pista. Sim, isso é subjetivo, mas e daí? Divertir-se em um carro é uma coisa completamente subjetiva, a menos, claro, que você esteja numa corrida. O seis-em-linha entrega sua força da mesma maneira que Vinnie Jones poderia bater sua cabeça na porta de um carro, e a traseira desliza aparentemente por puro capricho, mas sempre mantendo-se respeitosamente atrás da dianteira com receio de que o motor se ofenda e quebre seus dentes. Eu não tinha certeza se o meu sorriso de criança e gritos de alegria combinavam muito com um carro que faria seus vizinhos fugirem de medo pensando que você estava planejando algo maléfico, mas eu não conseguia parar.

670x377Image

No entanto não é uma força de brutamontes – era e ainda é sofisticado. A suspensão traseira semi-independente e multi-link mantêm as coisas sob controle. E é também auto-niveladora, provavelmente para aqueles momentos quando o corpo no porta-malas era realmente grande. Os discos ventilados na dianteira certamente eram bons para a época, e a configuração biturbo significa pico de torque aparecendo pronto aos 4.200 RPM. O câmbio, um manual de seis velocidades de um Corvette ZR1 e a embreagem extremamente pesada são os únicos lembretes da brutal potência deste carro.

670x377Image

Certo, claro que ele ainda está entre nós de certa maneira, com o VXR8 carregando a tocha dos sedãs brutamontes e superrápidos. Mas o Lotus Carlton fez isso primeiro com um grau de surpresa, sofisticação e autoridade que eu simplesmente acho que não tenha sido igualado hoje em dia.

Fotos: Justin Leighton
Fonte: Top Gear Magazine Awards 2011
Tradução: lukinhas.killer

Toda Quarta-Feira, traremos artigos escritos por Richard “Hamster” Hammond, falando sobre vários tópicos, quase todos sobre carros. Fiquem ligados.

Anúncios

Sobre johnflaherty

Meu nome é Sadao H. Konno, mas sou mais conhecido como "John Flaherty". Por quê? Porque sim, uai! Desde criança, eu gosto de carros, tanto que minha lembrança mais antiga dessa época é de uma capa da antiga Audi Magazine. Nunca fui muito de ler os grandes clássicos da literatura, mas o que me salvou foram as revistas especializadas em carros. Mais precisamente, a QUATRO RODAS, a MOTOR SHOW e, recentemente, a AUTO ESPORTE. Acho que foi em 2009 que descobri o Top Gear, e desde então, virei um grande fã da trupe formada pelo Jezza, Hamster, Capitão Lerdo e Stig. Em 2010, inspirado por uma amiga da faculdade, decidi começar a legendar vídeos do Top Gear e postá-los no YouTube. Infelizmente, minha conta foi bloqueada pela BBC, mas agora, ofereço suporte ao blog Top Gear BR.

Publicado em 20/12/11, em Hammond, Matérias traduzidas, News e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 33 Comentários.

  1. Membros do Clube do Omega CD 4.1 ira adorar este testo do Hammond.

  2. Omega???

  3. Isso sim é um omega….Na epoca era chamado de Omega Lotus.

  4. O posto de sedan mais rápido do mundo pertencia ao Ford Falcon GTHO Phase III, australiano, desde 1971 e ele só foi desbancado pelo Lotus Omega/Carlton

  5. Quando vi a primeira foto achei que era um Kadett… Tive um Gsi, carrão… Mas esté… é um monstro!!! Show!!!

  6. Chupa Vectra BR

    Esse Lotus Omega/Carlton comprei no Gran Turismo 4 ,massa muito dez,eu só descobri que tinha essa versão apimentada por causa do game LOL

  7. joao alberto

    é um belo carro, teria um facil caso tivesse vido para o brasil, pois bem estava vendo hoje uns videos antigos do top gear, e pensei q talvez vcs pudessem traduzilos em seção old top gear, tem uns carros muito bom q valem a pena serem relembrados

  8. Leandro JF

    Esse Lotus Carlton NÃO é um opel omega, muito menos o omega brasileiro que na verdade é um opala velho.

    Um Lotus Carlton em bom estado custa em torno de £40.000,00

    • Esse manja…

      Ae amigo, o Carlton nada mais é que um simples omega (esse mesmo que voce ve no brazil) tunado pela lotus. Tudo bem que foi um belo Upgrade, mas nada a mais que isso…

      E o Opala NADA tem haver com o omega, seja ele nacional ou europeu. Opala é um projeto nacional que usa como base o Opel Record, mas com mecanica americana…

      • Leandro JF

        O Motor do omega é o mesmo do Opala sim, e a carroceria do Carlton é praticamente a mesma do Omega, mas todo o resto é puro Lotus

      • pedroscsant

        As pessoas costumam confundir pois foi o carro que definitivamente substituiu o Opala no segmento e que também herdou o seu motor 4100, mas apenas isso. Esse motor do Opala também foi trabalhado pela Lotus pra receber um cabeçote novo, injeção eletrônica, e alguns outros componentes internos foram atualizados antes de equipar nossos carros aqui no Brasil. O resto do carro é praticamente idêntico ao Opel Omega, salvo alguns detalhes de acabamento.

  9. Internet não serve só para entra no facebook e para ver vídeos, vamos pesquisar aí galera, tem muita gente falando besteira aí.

    Inclusive alguns se esqueceram que o Omega “debutou” no Brasil com o Motor 3.0 (6 cilindros em linha), e só posteriormente foi itilizado o 4.1 “baseado” no 6 cilindros do Opala. E a relação do Omega com o Opala acaba aí.

    PS. Cuidado com os erros de portuguê e de digitação, tem hora que até doi ler algumas coisas escritas aqui…

    • Afonso Sousa

      Exato, e o 4.1 entrou na história pq o seis em linha 3.0 seria descontinuado na Europa com a utilização de um V6 na nova plataforma. Motor V6 que não caberia no cofre do modelo antigo.

      Com um novo cabeçote, admissão e injeção eletrônica, o 4.1 oferecia mais de 230cv, mas ai quem não aguentava o tranco era o câmbio, então o motor “amarrado” nos 168cv.

      • pedroscsant

        O curioso foi que a GM do Brasil anunciou na época que o 4.1 entraria no lugar do 3.0 pois alguns proprietários reclamavam da falta de torque do motor que só era atingindo em rotações relativamente altas se comparados ao do bom e velho Opala, mesmo ambos os motores desenvolvendo a mesma quantidade de Hp, praticamente. Mas na verdade era a solução mais viável pra não deixar o carro que já seria substituído na Europa e recém chegado aqui, defasado.

        • mas cavalos de potencia não tem nada haver com torque, são coisas distintas.
          mesmo motores com potencias idênticas podem ter mas torque ou ate menos, varia de sua estrutura e construção.

  10. nosso bom e velho omega, só que piorado na estética ….
    ainda vou ter um só pra brincar na pista.

  11. Sem dúvidas era e ainda é um foguete.

    O texto está completo,mas houve um erro,eu acho que foi do próprio Hammond.

    Suspensão traseira semi-independente?

    que eu saiba o Omega não é semi-independente.é independente e não é Multilink é por braços arrastados,é um sistema mais simples.aliás eu acho que a equipe TG BR acertou,quem errou foi o Hammond.mas de resto nota 10 e erar é humano.

    Sobre o nosso Omega:foi lançado com o motor 2.0 da família II de 116CV e o Opel OHC 3000 de 165CV uma versão seis cilindros do Opel CIH.em outubro de 1994 o motor 2.0 foi subsituído pelo 2.2(que nada mais era um 2.0 alongado) e lógicamente o velho 250-S do Opala preparado preparado pela Lotus com cabeçote de fluxo cruzado,injeção eletrônica e outras alterações gerava 168CV a relação do Omega com o Opala acaba por aí….

  12. Omega.. o 3.0 era show!Colava o ponteiro em 250 e rodava tranquilo,muito carro.No 4.1 nunca cheguei a andar.

  13. opa, eu traduzi o que tava no texto! sera que não teve diferenças na suspenção? de qualquer maneira vou dar uma revisada no texto e qualquer coisa aviso o jhon e ele altera!

    aliais bela caranga o Carlton ein, essas imagens de power slide tão lindas! Me parece que o Omega vai voltar né?

    []s

    • TVizzotto

      Como VOLTAR?
      Nunca saiu de linha aqui no Brasil, somente foi cancelada a produção em 99, passando a ser importado.

  14. Bruno Zen Zortéa

    belo omega o melhor do melhor do mundo

  15. Regis Campos

    Graaaaaaaaaaande Ômega Lotus! (Para o resto do mundo)

    Até seu hermano tupiniquim era PHODA com seu motor de caminhão modernizado do Opalão / Diplomata. Realmente foi o Ômega dos grandes carros brasileiros que, depois do fim deste, ficaram médios.

  16. Bom dia amigos, eu como ilustre membro do omega clube do brasil e proprietario de um cd ano 97 nao tenho palavras para expressar o quanto e gradioso este carro simplesmente abosoluto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: